ervanarios coutinho auriculoterapia

A auriculoterapia assume a orelha como um microssistema, com o corpo inteiro representado no pavilhão auricular.

Foram já encontradas referências à auriculoterapia em pinturas egípcias e em textos gregos.

Através da auriculoterapia pode-se avaliar e tratar desequilíbrios que podem causar as mais variadas disfunções ou doenças. Isto porque, as orelhas possuem pontos ou áreas de reflexo que correspondem a todos os órgãos e funções do corpo, que quando estimulados, o cérebro recebe um impulso que desencadeia uma série de fenómenos físicos, relacionados com a área do corpo, produzindo a cura.

A auriculoterapia, não obriga ao uso de agulhas, pois os pontos podem ser estimulados por magnetos ou sementes de mostarda, sendo esta técnica usada isoladamente ou complementar à acupuntura.